quarta-feira, 19 de janeiro de 2022

Hoje tem Passeio Noturno Pedalavalle


                                                 Com chuva o passeio não haverá passeio

quinta-feira, 6 de janeiro de 2022

Vem ai Trip Bike São Francisco Xavier dia 06/02/2022

                                                    TRIP BIKE  06/02/2022


Os aventureiros do pedal já podem ir se preparando para um dos passeios ciclísticos mais tradicionais de São José dos Campos. A Prefeitura promoverá, no dia 6 de fevereiro (domingo), a 21ª edição do Trip Bike.

O tradicional evento terá o mesmo percurso de 2019, com aproximadamente 55 quilômetros, passando por estradas de terra e de asfalto entre o bairro Urbanova, na região oeste, e o distrito de São Francisco Xavier, na Serra da Mantiqueira. Um dos objetivos é divulgar o turismo de natureza, especialmente as áreas de proteção ambiental.

A concentração será  na avenida Cinco, em frente ao Parque Ribeirão Vermelho, e a saída deverá ocorrer às 7h. A participação é gratuita e aberta a qualquer pessoa, sem necessidade de inscrição. Basta chegar ao local com bike própria e capacete. Ciclistas com menos de 18 anos devem ser acompanhados pelos pais.

O percurso seguirá pelas avenidas Possidônio de Freitas e Cinco, continuará na Estrada do Jaguari, Rua Juca Carvalho (Bonsucesso), Estrada do Santo Ivo e Rua do Bengalar e terá chegada à Praça Antonio Manzi, no centro do São Francisco Xavier. O mapa do trajeto pode ser acessado. No retorno para São José, cada participante terá de providenciar o próprio meio de transporte.

Alertas e apoio

Para melhor orientação dos ciclistas, o percurso, que tem entre 2h30 e 4h, será sinalizado com placas. A organização recomenda que todos os participantes larguem juntos para maior segurança e melhor logística.

É recomendado também levar água e alimentos leves para consumo durante o trajeto, além de fazer uma revisão na bicicleta antes do passeio.

Carros de apoio deverão no final do pelotão. É preciso ter atenção nas descidas, principalmente no trecho antes da Cachoeira do Roncador e logo após a Subida da Casinha, nas proximidades do distrito.

A organização do evento fornecerá serviço de apoio, com ambulância e caminhão para o caso de problemas com as bicicletas. É preciso também levar câmara de ar reserva, para o caso de furar pneu.

Por fim, é de responsabilidade dos participantes guardar o lixo gerado com copos, garrafas d’água e alimentos, mantendo a trilha limpa. 


Conteúdo acessível em libras usando o VLibras Widget com opções dos Avatares Ícaro ou Hozana.Conteúdo acessível em libras usando o VLibras Widget com opções dos Avatares Ícaro ou Hozana.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2021

Mountain bike tem emoção e disputa acirrada pelo ouro


SURDOLIMPIADA-Mountain Bike, Karatê e Taekondo
Regivaldo Linhares faturou a medalha de ouro no mountain bike: sonho realizado e classificação para Surdolimpíada mundial - Foto: Adenir Britto/PMSJC

Nei José Sant'Anna
Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida

Emoção foi o que não faltou durante as disputas de mountain bike da Surdolimpíada Nacional 2021, na manhã desta segunda-feira (6) no Parque Alberto Simões, em São José dos Campos.

Ao todo, 30 atletas (22 homens e oito mulheres) enfrentaram os desafios da pista sinuosa, superando os obstáculos com garra e determinação em busca dos três primeiros lugares no pódio, que garantiam uma vaga para a Surdolimpíada Mundial (Deaflympics) que será disputada em maio do ano que vem, em Caxias do Sul-RS.

No fim, após quase duas horas de competições, a vitória em dose dupla foi da Federação de São Paulo, que faturou o ouro com Regivaldo Linhares no masculino e Katia de Freitas no feminino.

“Desde pequeno sempre gostei do esporte, lutei muito para chegar até aqui. Hoje alcancei o sonho de conquistar o primeiro título. Estou muito feliz com a classificação para a Surdolimpíada internacional”, disse Linhares, exausto após uma disputa acirrada.

Ainda entre os homens, João Coppetti, representando a federação gaúcha, ficou com a medalha de prata, e Daniel Rebouças, do Ceará, levou o bronze. No feminino, a prata foi para Karen Mariano, do Rio Grande do Sul, e o bronze para Maria José Linhares, de São Paulo.

No terceiro dia da Surdolimpíada, além das competições de mountain bike, nesta segunda-feira houve disputas nas modalidades de taekwondo, judô, karatê (no ginásio da AESJ), ciclismo de estrada (Parque Ribeirão Vermelho), atletismo (João do Pulo), vôlei (Teatrão), handebol (Centro Esportivo Vale do Sol) e vôlei de praia (Thermas do Vale).

A competição termina nesta terça-feira (7), com as finais do vôlei, handebol e vôlei de praia. A cerimônia de encerramento está prevista para as 16h, no complexo do Teatrão, na Vila Industrial.

A Surdolimpíada Nacional é uma realização da Confederação Brasileira de Surdos, com apoio da Prefeitura de São José dos Campos, que oferece toda a logística da competição.